Carregando...
27º em São Paulo
Benefícios de brincar sozinho

Benefícios de brincar sozinho

Veja como incentivar seu filho a ser mais independente

Muitos pais sentem-se mal por não conseguirem dar a atenção que gostariam aos filhos, seja por conta dos afazeres domésticos ou de suas responsabilidades no trabalho.

Por isso, é muito importante que, em alguns momentos, os bebês possam brincar sozinhos e se divertir sem, necessariamente, a presença de outra pessoa da família.

Ofertar essa autonomia para a criança é muito positivo para o seu desenvolvimento e faz com que os pais ganhem mais tempo livre para resolver suas questões.

Por isso, vamos expor neste artigo a importância do bebê brincar sozinho, como os pais podem auxiliar esse processo e quais os benefícios para os pequenos. Ficou curioso?
Então siga a leitura e confira!

Qual a importância do bebê brincar sozinho?

É de extrema importância deixar o bebê brincar sozinho, pois, dessa forma, ele se torna capaz de criar autonomia e se desenvolver através das suas próprias percepções.

Além disso, é uma forma de tirar dos pais aquele peso de não conseguir estar presente 24h ao lado do bebê. Por isso, é muito relevante conhecer as formas de facilitar esse processo para que as crianças consigam aproveitar ao máximo esse momento de contato consigo mesmas.

Vale ressaltar que o brincar sozinho não significa que a criança será negligenciada ou isolada das outras pessoas. Pelo contrário, significa que ela terá seus momentos de autonomia e de contato social equilibrados.

Como os pais podem facilitar esse processo?

Para facilitar o processo de brincar sozinho, os pais podem contribuir de inúmeras formas. A primeira delas é propiciar um espaço de brincadeiras livre de telas, pois, dessa forma, o pequeno pode estimular a imaginação e observar que brinquedo é tudo o que se pode brincar.

Outra forma de auxílio é oferecer brinquedos que não demandem ajuda para que as crianças possam se divertir com autonomia. Vale ressaltar que é necessário criar um espaço onde eles possam brincar sozinhos e em segurança.

Também é importante ficar atento às orientações do fabricante do brinquedo quanto à faixa etária indicada para cada objeto. Isso evita, por exemplo, acidentes causados por peças que possam se soltar.

Por fim, não elogie, comente ou avalie o modo como a criança brinca. Apesar de muitos pais acreditarem que isso é positivo, pode acabar gerando o efeito oposto ao esperado e minimizar o interesse do pequeno pela brincadeira.

Logo, é preciso fornecer momentos em que a criança esteja livre para utilizar seus recursos criativos para se divertir.

Quais os benefícios de brincar sozinho?

A seguir, vamos expor os principais benefícios de o bebê brincar sozinho. Confira!

1. Incentiva a imaginação
O primeiro benefício é o incentivo à imaginação que o ato de brincar sozinho promove.

Afinal, o bebê será capaz de construir seus próprios diálogos, de identificar sozinho formas mais divertidas de brincar, e isso faz com que ele seja criativo e inovador.

Esse ponto é muito importante porque auxilia a criança a pensar por si mesma e a conduzir sua brincadeira de acordo com o que for mais prazeroso para ela, sem a interferência de terceiros.

2. Reduz a agitação e acalma
O segundo benefício é a promoção da calma e a redução da agitação durante as brincadeiras individuais.

Isso se explica pelo fato de que o bebê estará livre para ser ele mesmo, com menos frustrações e interferências externas. Além disso, ele fica menos ansioso por ter a presença de um adulto por perto e consegue se sentir bem em sua própria presença.

3. Prepara a criança para o ambiente escolar
Para muitas crianças é extremamente desafiador o rompimento com os pais ao ingressar no ambiente escolar.

Todavia, quando o bebê consegue desenvolver a capacidade de se sentir à vontade consigo mesmo e sem a necessidade constante de um adulto, ele consegue se adaptar melhor aos ambientes e a se sentir mais seguro.

4. Garante mais tempo livre aos pais
Ao preparar um ambiente para que o bebê brinque sozinho, os pais garantem mais tempo livre para conseguir resolver suas questões individuais, sem que isso gere culpa ou sensação de atraso no desenvolvimento do filho.

Quando os pais cuidam de sua vida individual, além de sua relação com a criança, eles explicitam a relevância do autocuidado, da individualidade e da privacidade que são fundamentais para o mantenimento do respeito nas relações.

5. Desenvolve a independência social
Quando o bebê não recebe atenção constante, ele desenvolve independência social e se torna mais paciente para aguardar seu momento para se expressar e para ter suas necessidades atendidas.

Esse ensinamento é valioso, pois faz com que a criança compreenda que, nem sempre as outras pessoas poderão dar atenção plena a ela e que isso não significa que ela possua menos valor ou que os outros indivíduos não a apreciam.

6. Aprimora a autoconfiança e a autoestima da criança
Ao se sentir bem com sua própria companhia e ao compreender que, mesmo que outras pessoas não estejam presentes, elas podem se divertir e se sentir seguras, a criança aprimora sua autoconfiança e sua autoestima.

Desenvolver essas características é primordial para facilitar o modo como o indivíduo vai lidar com as questões da vida de um modo geral. Por isso, é recomendável que os pais contribuam para que o bebê consiga gerar esses insights de autovalorização e autoamor.

7. Desenvolve objetivos pessoais
Ao criar sua própria dinâmica de diversão, o bebê desenvolve seus objetivos pessoais e age com menos influência externa, sendo capaz de ser mais autêntico em seus pensamentos e anseios.

Dessa forma, o pequeno se torna menos influenciável, mais questionador e original em sua apresentação para o social. Logo, desenvolve uma personalidade menos interdependente.

8. Promove força emocional
Por fim, podemos ressaltar que brincar sozinho promove força emocional e faz com que o bebê seja mais feliz, mais paciente, mais satisfeito consigo mesmo e que tenha maior desenvoltura social.

Como vimos, brincar sozinho é extremamente importante para a educação e desenvolvimento do bebê. Por isso é indicado que os pais auxiliem seus filhos nessa tarefa, pois isso promove autonomia para a criança, o que é fundamental para criar insights positivos, fazendo com que o pequeno sinta-se mais preparado para lidar consigo mesmo e com o social.

E então, gostou do nosso artigo sobre benefícios de brincar sozinho? Deixe um comentário abaixo e divida suas experiências!

Veja mais:

Voltar